Comunidade Senhor Bom Jesus

Em 1940 o Senhor João Rosa Billis doou um pedaço de terra e as famílias: Simeão, Basso, Nogueira, Quintino, Camargo e Vicente construiram uma capela para colocar a imagem, onde rezavam o terço todo domingo.

Certa vez, deu um temporal muito forte, derrubando parte da capela encima do altar, quebrando as imagens de São benedito e de Nossa Senhora Aparecida, enquanto a imagem de nosso Senhor Bom Jesus nada sofreu.

Por esse fato as famílias novamente se reuniram e começaram a reconstrução da capela. Sempre por volta de 6 de agosto faziam uma quermesse para arrecadar fundos para a obra, porém só podia ser feita enquanto havia luz do sol, pois não havia energia elétrica no local.

Mais ou menos 15 anos após a construção da Capela o Padre José Giordano vinha rezar a missa uma vez por mes.

Conversando com Dona Antonia Barbosa que hoje(2009) tem mais de 80 anos e com Dona Jandira Simeão, 87 anos, elas nos contaram que no início, a imagem de nosso Senhor Bom Jesus, que elas dizem ser da época da escravidão, ficava em um oratório na casa do Senhor João Rosa Billis e todos os anos na data de 6 de Agosto eles se reunião na casa da D. Maria Dolores Ramos (Tuta), faziam a procissão, rezavam o terço e depois partilhavam comes e bebes como broa de milho, quentão, licor, café e bolos, todos feitos com ingredientes doados.

Mais um fato marcou nossa comunidade, certa vez uma vela caiu sobre um arranjo de flores de papel e o fogo se alastrou queimando tudo, mesmo a imagem sendo de madeira apenas escureceu e a coroa ficou intacta, mais uma vez o povo se reuniu e mandou restaurar a imagem e nossa comunidade está de portas abertas.


Atividades
Santa Missa: domingos, às 9h30.
Catequese: aos sábados.


Endereço
Comunidade Senhor Bom Jesus
Estrada Taquara Branca, 276
Taquara Branca – Sumaré – SP
Cep: 13170-000


View Paróquia Sant’Ana de Sumaré, SP – Arquiocese de Campinas in a larger map


Senhor Bom Jesus
Data de comemoração: 6 de Agosto

A Igreja hoje comemora no dia 6 de agosto a Transfiguração de Nosso Senhor Jesus Cristo, data muito especial no Brasil, onde seus filhos também contemplam a face de Jesus pela insigne veneração ao Senhor Bom Jesus de Iguape.

A devoção ao Senhor Bom Jesus aqui no Brasil remonta ao ano de 1647, quando uma embarcação portuguesa, oriunda de Portugal, ao passar pela região costeira do Estado de Pernambuco, foi atacada pelos holandeses, considerando-se que nessa época vivia-se no país divisão e disputa exploratória destes com os portugueses e franceses.

A tripulação da embarcação que trazia com muita piedade a imagem do Senhor Bom Jesus temeu que os piratas a profanassem e, por isso, o comandante colocou-a numa caixa junto com algumas jarras de azeite, além de outros objetos religiosos, lançando-os ao mar. A caixa, que continha a aludida imagem, tomou direção ao sul pela ação das correntes marítimas.

Naquele mesmo ano, precisamente no dia 02 de novembro, Francisco Mesquita, morador da Praia da Juréia, pertencente a então Capitania de Itanhaém, mandou que dois índios se dirigissem para a Vila de Nossa Senhora da Conceição de Itanhaém. Os índios, ao passarem pela Praia do Una, avistaram a caixa lançada ao mar pelos portugueses em Pernambuco. Trouxeram-na à margem, abriram-na e depararam-se com os potes de azeite e com a imagem do Senhor Jesus. Foi quando decidiram colocá-la ao lado das jarras de azeite, porém, com o rosto voltado para o nascente, na direção de Itanhaém. E prosseguiram viagem. Ao retornaram, ao passarem novamente pelo local, perceberam que tudo estava como haviam deixado, salvo a imagem, cujo rosto agora estava virado para a direção oposta, ou seja, para o poente, na direção de Iguape. Diante disso, decidiram voltar às pressas para o local de origem a fim de contar o que sucedera e, no dia seguinte retornaram ao local, onde moradores, tentando levar a imagem para Itanhaém, foram impossibilitados de fazê-lo, já que a estátua tornara-se incrivelmente pesada.

A intenção da comunidade, liderada por Jorge Serrano, inicialmente, era de levá-la para Vila de Nossa Senhora da Conceição, saliente pela influência de ser a sede da Capitania de Itanhaém. Porém, o peso enorme da estátua logo fatigou os circunstantes. Estes, porém, perceberam, quando a carregavam para o lado oposto, ou seja, à vila de Iguape, a imagem tornava-se extremamente leve, absolutamente desproporcional ao peso anterior. Compreendendo que se tratava de uma manifestação divina, rumaram para a Vila de Iguape e, no meio do trajeto, decidiram parar num riacho a fim de remover o salitre da imagem do Bom Jesus para prepará-la adequadamente à sua chegada na Igreja de Nossa Senhora das Neves. Esse riacho ficou, a partir desse dia, conhecido como “Fonte do Senhor” e conta-se que a pedra na qual foi fixada para banhá-la, cresce continuamente.

Dois séculos a imagem permaneceu nessa Igreja e, precisamente, no dia 5 de agosto de 1856 em meio a grande festa e aclamação popular, a imagem foi trasladada para a então inaugurada Igreja Matriz (obra iniciada em 1787), hoje Basílica do Senhor Bom Jesus de Iguape, onde permanece até os dias atuais.

Grandes milagres o Senhor concedeu aos fiéis e peregrinos, não demorando, já naqueles tempos remotos e especialmente hoje, que a devoção ao Senhor Bom Jesus de Iguape, marcada pelas constantes peregrinações, atingisse envergadura nacional, entre o olhar materno da padroeira Nossa Senhora das Neves, que envolve de forma amorosamente singela tão notável devoção.


Oração ao Senhor Bom Jesus (Basílica do Senhor Bom Jesus de Iguape)

Senhor Bom Jesus, meu divino amigo, amigo de todos, olhai por nós e dai-nos o pão de cada dia, ajudai aqueles que não têm trabalho e nem teto.

Ajudai-nos a ser firmes na fé e na esperança; defendei-nos dos perigos e do pecado; ajudai-nos a vencer as dificuldades que hoje vamos encontrar.

Velai sobre minha família guiando-nos sempre pelo caminho que nos leva até vós. Perdoai-nos, Senhor, e abençoai os nossos desejos para o dia de amanhã.

Senhor Bom Jesus, eu vos ofereço todo o meu dia, meu trabalho, minhas lutas, minhas alegrias e minhas dores.

Concedei a mim e a toda minha família a vossa bênção e uma vida feliz.

Bom Jesus, operário de Nazaré, abençoai a todos nós. Amém.

Liturgia diária
Avisos paroquiais

Na quarta-feira dia 27 de Setembro temos a Missa de louvor e adoração às 20h na Matriz. Celebramos o dia de São Vicente de Paulo nesta quarta-feira dia 27 de Setembro e o núcleo missionário irá celebrar a Missa do padroeiro às 19h30 na Rua Marcos Liach, 536 – Jd. Macarenko (Casa do Sr. Vanderlei

Conheça
Enquete
Quais trechos da Bíblia você consulta mais?
Total de votos: 245 Iniciada em: 16/09/2014 Voltar à Enquete
Previsão do tempo